A Hemofilia

O que é a hemofilia?

A hemofilia é uma doença genética rara. No organismo de uma pessoa saudável, quando ocorre uma hemorragia (interna ou externa), dá-se início à coagulação sanguínea para parar a hemorragia.

+

Tipos de hemofilia?

A hemofilia pode ser classificada em dois tipos consoante o fator de coagulação que está afetado.

+

Transmissão genética

A hemofilia é uma doença hereditária, isto significa que é transmitida através dos genes de pais para filhos.

+

Diagnóstico

A realização de exames de diagnóstico para a confirmação de hemofilia pode surgir em duas situações, ou por existência de um caso de hemofilia, particularmente se o pai tem hemofilia ou se a mãe é portadora, ou pela presença de sinais e sintomas na criança que façam suspeitar da doença.

+

Tratamento profilático

A palavra profilático ou profilaxia refere-se a um conjunto de precauções que tem como objetivo evitar uma doença.

+

O Sangue

O que é o sangue?

O sangue é uma mistura de várias células suspensas num líquido chamado plasma.

+

A coagulação sanguínea

Todos os dias ocorrem pequenos sangramentos no nosso corpo. Na maioria das vezes, estas pequenas hemorragias são resolvidas pelo próprio organismo com facilidade.

+

Doenças hemorrágicas

A parede interna dos vasos sanguíneos (endotélio) contém uma proteína designada de colagénio. Quando existe uma lesão e o colagénio fica exposto, as plaquetas são ativadas e vão iniciar a sua função na formação do tampão plaquetário.

+

Videos Explicativos

Pais e Filhos

O que fazer quando sangrar

Os procedimentos básicos de primeiros socorros aplicam-se tanto em pessoas hemofílicas como em qualquer pessoa dita saudável.

As hemorragias (perdas de sangue) resultantes de cortes estancarão mais rapidamente quando é aplicada pressão direta sobre o corte.

+

Como ensinar

Se é pai ou mãe de uma criança com hemofilia é importante que aprenda a aceitar e lidar com todos os aspetos que envolvem a doença. É normal que se sinta culpado ao início e até poderá sentir pena do seu filho.

+

As mulheres e a hemofilia

As mulheres podem ter hemofilia?

A hemofilia é uma doença genética, significa isso que é transmitida de pais para filhos.

+

Sintomas e diagnóstico

Nas mulheres os sintomas associados à hemofilia podem ser bem mais frequentes, comparativamente com o que se verifica nos homens.

+

Planeamento da gravidez

Se está a pensar em engravidar é importante que se informe junto do seu médico acerca de todas as questões relativas a uma gravidez e à conceção de uma criança com probabilidade de vir a desenvolver hemofilia.

+

 

Sintomas

Viver com hemofilia

Recomendações para o dia-a-dia

Se é uma pessoa com hemofilia, ou se o seu filho tem hemofilia, é importante que tenha em atenção diversos aspetos. Faça uma observação diária da sua condição, e inclua na sua rotina esta prática.

+

Área destinada a professores

Tal como todas as outras crianças, uma criança hemofílica precisa de frequentar a escola, ter amigos e integrar-se com os restantes colegas no meio escolar.

+

Direitos do doente

Em Portugal, a autoridade máxima na área da saúde é o Ministério da Saúde, que se define como o “departamento governamental que tem como missão definir e conduzir a política nacional de saúde, garantindo uma aplicação e utilização sustentável dos recursos e a avaliação de resultados.

(Diário da República, 1.ª série – N.º 249 – 29 de Dezembro de 2011, Artigo 1º.)

Autenticação

Bem-vindo! Introduza os seus dados para aceder à sua conta.

Lembrar-meRecuperar password?

Recuperar Password

Register